Pedaços de Mim

Precisava juntar meus pedaços, escolhi as palavras...

Textos



EU CONFESSO
...
 
A literatura estragou
[minhas] melhores horas de amor...”
Já li esse verso tantas vezes
que até perdi a conta.
E então fiquei pensando
se valeu a pena o clamor
com que escrevi tanto.
Ah! Drummond inda me afronta...
 
Não importa, mas escrevi
e enquanto eu escrevia,
é verdade que o tempo
foi passando pelas estações...
Agora já é verão e apesar disso
penso que eu não via
que se ia como o rio
todas as minhas doces ilusões...
 
Sinto então o despertar
da existência que me exorta;
e Drummond inda me olha
c’ seu sentimento de mundo
e me diz: “ tens pressa
de confessar tua derrota”...
E eu confesso,
e tal como um seixo me afundo...
 
 
 
 
( Grifos: Carlos Drummond de Andrade)
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 12/02/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras