Pedaços de Mim

Precisava juntar meus pedaços, escolhi as palavras...

Textos



MINHA TEMPESTADE

 
O céu mudou-se...
Tempestade e trevas porvir...
São surpreendentemente fortes,
mas apesar de tudo sedutoras.
Por isso corro à janela para ver
seu poderio tragando a atmosfera...
Gosto de perder nessa paisagem cinza
meus olhos sombrios de mulher!
É porque sou poetisa
e a poesia às vezes se esconde nas trevas.
É lá que ela encontra sua linguagem;
as rimas veem junto com a tempestade
e o trovão é só um eco delas;
um apelo que ressoa por entre os rochedos
da natureza e da alma...
A chuva desce nesse violento encantamento...
A quem se destina meus devaneios nesse verão
senão à tempestade ?
Ela é uma parte de mim nessa noite escura
quando é impelida sobre a terra.
Agita-se assim a emoção do infinito,
tão sentida!...
E só então eu sei que estou menos sozinha
neste abandono...
 
 

Interação do querido amigo Jacó Filho
 
 
Sou parte da tempestade,
Mas pela paz, sou o olho..
No vasto poder me recolho,
Pra expandir a realidade...
Nas bordas sopram vaidades,
E derramam da vida, o molho...
Mas puxo do céu, o ferrolho,
Pra habitarmos a eternidade...
 

Obrigada caro amigo pela linda interação. Valeu...

 
 ( Imagem : google)
 
Sonia de Fátima Machado Silva e Jacó filho
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 05/03/2015
Alterado em 09/03/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras