Pedaços de Mim

Precisava juntar meus pedaços, escolhi as palavras...

Textos



PRIMEIRAS FOLHAS DE OUTONO

 
Caem as primeiras folhas de outono...
Metade verdes...Metade ocre ou amarelas;
Expostas numa bela e póstuma aquarela
Jazem sobre o solo e dormem o sono
Oferecido para a vida em sentida oblação.
 
- É preciso morrer para haver renovação...




 ( Imagem: google)

OBS: Queria dizer que nesta estação não vou postar só poemas de outono. Apenas alguns que ficaram do ano passado e mesmo assim vou postar esporadicamente. 
Bem, esse poema por coincidêndência tem tudo a ver com o Evangelho dominical de ontem. Nos fala que é preciso morrer para haver renovação. No Evangelho nos fala justamente isso só que dá como exemplo a semente do trigo que precisa morrer para frutificar. A semente do trigo no evangelho representa Cristo, cuja morte e ressurreição comemoraremos semana que vem. Cristo teve que morrer para frutificar. Sua doutrina de fato só frutificou depois de sua morte e já se vão 2015 anos e suas palavras ainda estão latentes em nós sempre renovadas. Foi assim que pensei nas folhas de outono que precisam cair e morrer para que haja renovação e novos frutos. Por isso adoro o outono porque tem disso: morrer e renovar. e isso significa que a morte não é algo definitivo. Depois dela sempre há uma esperança. E foi isso que Cristo nos ensinou. Inclusive depois que Ele morreu e Ressuscitou levou todos nós com Ele. Porque antes não íamos ressuscitar. Já temos a esperança dessa eternidade. 


SEXTILHA REAL É UAMC RIAÇÃO DA POETISA SILVIA REGINA COSTA LIMA.
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 23/03/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras