Pedaços de Mim
Precisava juntar meus pedaços, escolhi as palavras...
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos



É Natal outra vez.
Gosto do espírito de Natal, ainda que seja um espírito efêmero porque assim o fazemos. É o único tempo, se não me engano, que nos tornamos mais humanos. Pelo menos na imaginação ou na vontade, porque de resto nada fazemos pelo outro. E quando fazemos é tão pouco que não é suficiente para mudar o mundo. Eu mesma não faço nada, nada... Mas na verdade mudamos o mundo quando mudamos a nós mesmos e nem isso fazemos.
Bem , acho o Natal melancólico. Sempre achei mesmo quando tive lindos Natais. Mesmo quando tudo está iluminado nas ruas, nas casas, nas vitrines. Às vezes só falta luz mesmo é dentro da gente.  É, talvez seja por isso.
Em tempos de Natal o que gosto mais é de assistir filmes de Natal. Gosto mesmo. Nossa como gosto e todo dia vejo um. Acho que esgotei os do Netflix, rsrs. Não me importo muito com comida e nem presentes. Presentes até que gosto de oferecer, mas aposentada com pouco não tem muito jeito e a família é grande rsrs. Ah, tenho meus sonhos supérfluos também, quem não tem né? E o meu era ter feito meu vestido de lasie verde neon para ir à missa de Natal, mas não deu tempo, pois estou a ir e vir cuidando de meu irmão recém-operado.
A verdade é que o Natal é um tempo muito especial porque se comemora o nascimento de Jesus Cristo, aquele que veio ao mundo para salvar-nos. Essa é a única razão do Natal, embora nem pensamos nisso direito. Pensamos mais nos presentes, nas ceias e outras coisas mais. Ou seja, não estamos nem ai em sermos salvos.
Bom, acho que nesse Natal vou repetir apenas as palavras do padre Nilo Luza. Ele nos diz que
“ o Natal é uma festa muito mais profunda e cheia de alegria e esperança do que o ambiente superficial de consumismo que se respira nestes dias. [o Natal] nos revela o grande amor de Deus pela humanidade: o envio de seu filho ao mundo o Natal[ e] nossa missão é abrir o coração para acolhê-lo e abraçar a proposta de vida que traz [...]A festa de Natal que se aproxima é o encontro de cada um de nós com esse Deus  .”
Como podem notar Padre Nilo Luza disse tudo. Esse é o espírito de Natal. Claro que podemos trocar presentes, cear com a família, mas sem esquecer de Jesus Cristo, pois Ele é o centro do Natal. E quando o colocamos no centro, nos tornamos mais humanos. Não só na imaginação ou vontade, mas de forma real. Que Deus nos dê a fortaleza de compreender isso.
Feliz Natal a todos vocês caros amigos poetas e escritores e seus familiares.



Imagem relacionada
 



A Imagem é de meu simples presépio. Fiz o giff do vídeo e ai perde muito a qualidade.
 



Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 23/12/2019
Alterado em 23/12/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários