Pedaços de Mim
Precisava juntar meus pedaços, escolhi as palavras...
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
BODAS DE PÉROLA
NARCÍSIO E SÔNIA
 

15 de junho de 1990 . Casamento civil meu e de Narcísio.
 
Nesse dia fundou-se uma empresa de responsabilidade. Limitada ou ilimitada? Não sei de fato. Mas pela experiência tem sido ilimitada, pelo menos de minha parte, pois sempre pensei mais nele que em mim e muitas vezes paguei pelos erros dele. Um erro meu? Talvez. Não sei. Um empresa ás vezes é assim. E também errei muito, confesso. Mas isso não importa senão o fato de que nessa trajetória muita coisa aconteceu e apesar de tudo a empresa continua. Tenho tentado ser firme e com a graça de Deus serei firme até o fim como jurei há 30 anos atrás. Foram muitos os momentos bons. E não quero lamentar os ruins, apenas agradecer a Deus, pois aprendi e amadureci nesses anos todos.
 




 
16 de junho de 1990- casamento religioso meu e do Narcísio

Nesse dia às 16 horas de uma tarde de outono com um sol bem quente, nos unimos perante Deus e fizemos muitos juramentos. Ainda não tinha me dado conta de que nos casamos no outono. Também comecamos a namorar no outono em maio de 1986. Bem, nesse dia 16 de junho de 1990, fundou-se uma empresa que só a morte dissolve, embora teimamos, às vezes em não levar isso em conta. Isso de fato é muito sério e talvez, em razão disso tenho me esforçado muito. Não basta apenas amar. É preciso exercer dia após dia a caridade. A caridade que sabe perdoar, entender, que tem paciência. Enfim...
Dizem que 30 anos de casados são considerados Bodas de Pérola. Dizem inclusive – conforme pesquisei- que as  pérolas são joias formadas dentro das ostras e são o resultado de um mecanismo de defesa destes moluscos. Ou seja, quando alguma substância estranha invade a ostra, ela produz uma substância da qual nascem as pérolas . Na verdade Bodas de Pérola nada mais é uma metáfora para definir 30 anos de casados que, claro, enfrenta diversos invasores nessa trajetória- eu que o diga. E, dessa forma,  o amor e o compromisso do casal faz com que todos os problemas enfrentados se transformem em pérolas.  De fato a metáfora é linda , pois 30 anos de casados é mesmo muita coisa. E, apesar de tudo agradeço a Deus por tudo e peço que Deus abençoe eu e Narcísio, pois sei que muitas coisas ainda iremos enfrentar, até porque hoje ele já não anda sozinho – resultado de suas peraltices que não cabe a mim julgar, embora tenha destruido muitas coisas, mas fortalecido outras, porque para Deus o que importa mesmo é a alma da gente. Hoje vejo isso mais claramente e me sinto com mais força. E na verdade a vida sempre muda. Muda até nossos sonhos para se adequarem à realidade. Mas o futuro a Deus pertence. Mas que Ele nos dê forças de seguir até o fim com dignidade para, quem sabe, merecer o céu um dia.




 




Não resisti em colocar só eu de noiva. Linda eu era. Tantos sonhos... Aliás sempre fui sonhadora. Mas muitos deles nunca realizei: como ter filhos. Mas não lamento nada, nada. Sou feliz com o que sou e tenho, principalmente ter o dom de escrever poesias. Isso é o máximo. Deus no comando sempre.

Não farei poemas hoje, mas deixo esse de Chico Buarque porque achei lindo

EU TE AMO
 
Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
 
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
 
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
 
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
 
Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
 
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
 
Não, acho que estás só fazendo de conta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir
 
 


IMAGENS:  as fotos do casamento são coloridas, mas eu optei por colocar aqui em preto e branco. Pois amo fotos preto e branco. Tem uma essência maravilhosa, leva a pensar, tentar descobrir algo... rsrs além disso, dão a impressão de memória. Maluca eu né? kkk
 



Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 16/06/2020
Comentários